Seguir por e-mail

sábado, 16 de abril de 2011

Loucura, Loucura, Loucura...

(caricatura retirada do site http://www.pointx.com.br/eronmania/caricaturas.htm e utilizada em uma montagem totalmente porca feita por mim)

Olá Crianças,

Estou em casa assistindo Soletrando do Caldeirão do Huck por pura falta de opção (assistir TV em um sábado à tarde é totalmente deprimente, pois nem a TV aberta nem a TV a cabo oferece nada de bom), e falta de opção é algo interessante, por que acabamos aceitando coisas que jamais aceitaríamos em outras situações, vide Tiririca (eu sei que pego demais no pé dele, mas não me conformei ainda), Collor, FHC, Lula e Dilma.
Nas primeiras eleições diretas para presidente (aquela que o Collor ganhou), tivemos varios candidatos, eu ainda não votava, mas me lembro de alguns deles, como o Ulysses Guimarães (não esqueço por causa da musiquinha: Bote fé no velhinho que o velhinho é demais...), Afif (Juntos chegaremos lá...), Lula (Lula-lá, brilha uma estrela...), Collor (vamos colorir...), enfim, um show de grandes composições, praticamente um Rock in Rio eleitoral, sem contar com a estréia triunfal de Enéas Carneiro (meu nome é ENÉAS).

Lembro que via as pesquisas e o Collor esteve na frente quase todo o período, com exceção de quando Silvio Santos resolveu participar da campanha, apesar de nenhuma experiência política Silvio Santos assumiu a dianteira das pesquisas no momento em que se lançou candidato, pelo simples apelo popular que possuia e se sua candidatura não fosse impugnada (por irregularidades em seu partido o PMB), certamente seria eleito em primeiro turno. Se seria ou não um bom presidente não tenho como dizer, os americanos passaram por situação semelhante com a eleição de Ronald Reagan (que era ator, porém antes de presidente foi governador da Califórnia, assim como Schwarzenegger).
Essa semana o apresentador Luciano anunciou seu desejo de ser presidente do Brasil, não agora, mas talvez em 10 anos e um amigo meu perguntou-me se eu votaria nele, automáticamente respondi que votaria, pois ele tem alguns trabalhos comunitários e parece ser uma pessoa de bem... hoje assistindo seu programa pensei bem no que havia dito e como uma pedra a razão bateu em minha consciencia, que loucura eu disse... votar em um sujeito pelo simples fato de parecer uma boa pessoa e fazer alguns trabalhos voluntários? dessa forma eu poderia eleger até um traficante.
Infelizmente o Brasil está (assim como sempre foi) tão carente de bons administradores, bons políticos que o povo acaba abraçando o primeiro "bom sujeito" que aparece, e me pergunto, até quando seremos reféns dessa situação? até quando ficaremos satisfeitos com qualquer coisa?
Enfim, desliguei a TV e vou ler um pouco... viva Dostoiévski!

5 comentários:

  1. ... e dá pra confiar nos políticos tradicionais? Eu votaria REGUFFE pra presidente. Por que você não fala sobre ele num próximo tópico?

    ResponderExcluir
  2. boa pedida... para quem não sabe José Antonio Reguffe é um deputado que abriu mão das regalias de Deputado http://www.cl.df.gov.br/cldf/parlamentares/paginas/deputado-reguffe
    e ele já está tendo problemas por isso:
    http://noticias.uol.com.br/politica/2011/04/15/deputado-do-pdt-que-rejeitou-beneficios-cria-inimigos-na-camara.jhtm

    ResponderExcluir
  3. BOLSONARO PRA PRESIDENTE!!!!!!

    ResponderExcluir