Seguir por e-mail

domingo, 24 de abril de 2011

Bem vindo ao futuro.

Olá crianças,
Ontem morreu em Tóquio Norio Ohga, conhecido como o pai do CD, na década de 80 liderou na Sony o projeto de criação de CD.
Quando eu paro pra pensar que o CD já existe há quase 30 anos, começo a lembrar que meus pais tinham (e ainda tem) discos de vinil do Roberto Carlos (é proibido fumar) e da novela “estúpido cupido” e eu ouvia isso quando criança; já adolescente ficava grudado no rádio, esperando a música que eu tanto gostava, porém não podia comprar o disco, tocar no rádio para gravar em minha fita cassete (às vezes passava horas com o dedo no botãozinho vermelho de REC, pois se perdesse o momento exato do início, tinha de esperar até o próximo dia) e ainda precisava torcer para que não houvessem propagandas ou a vinheta da rádio no meio da música, bons tempos heim... acho que não!
Com o advento do CD, esquecemos as fitas cassete, meu walkman amarelo teve de dar lugar ao diskman que paguei em 15 suaves prestações (prestações essas que duraram mais do que o próprio diskman), não muito tempo depois vieram os MP3 players, MP4, MP5 e quando estávamos quase no MP350 conhecemos o IPod e todas as bugingangas da tão famosa “maçã mordida”.  A música não foi a única a passar por este processo tão rápido de renovação, quem tem mais de 25 anos deve lembrar dos computadores 286 ou 386 que eram verdadeiras máquinas! Ou quem não ficou feliz quando a mãe comprou o primeiro forno microondas? Tudo era motivo para requentar  a comida, o que dizer então da telefonia celular? A primeira vez  que vi um telefone celular, foi de uma amiga na faculdade (bem burguesinha) e seu celular era praticamente um orelhão da TELESP (quem não lembra da TELESP, pergunte para o pai ou procure no Google) de tão grande que era. Hoje quanto menor melhor, e já podemos fazer videoconferências de qualquer lugar pelo Celular.
Já existem as chamadas casas do futuro (veja um exemplo no vídeo abaixo) que nos fazem lembrar os Jetsons (quem não assistiu esse desenho e sonhou em ter um carro voador?), vários jornais e revistas já fizeram matérias comparando o “Mundo dos Jetsons” com os dias de hoje e a única conclusão que conseguimos chegar é que o futuro é agora.
Aproveite o Futuro!!!


BeijUnda e até a próxima!

Nenhum comentário:

Postar um comentário