Seguir por e-mail

terça-feira, 26 de abril de 2011

AI18

Olá Crianças,

Um fato que tomou espaço em alguns noticiários foi a atitude tomada pelo nosso grande amigo, o Senador Roberto Requeijão, digo Requião,  para com um repórter após ter sido perguntado se, caso o estado do Paraná precisasse entrar em contenção de gastos, ele abriria mão de sua aposentadoria; após ameaçar bater no repórter, tomou seu gravador e como se não bastasse, o gênio ainda anunciou orgulhosamente seu feito no twitter.
Só para entendimento, o Senador Roberto Requeijão, que foi governador do estado do Paraná (e todos os outros ex-governadores do estado) tem direito a uma aposentadoria vitalícia de aproximadamente 24 mil reais mensais (http://www.gazetadopovo.com.br/vidapublica/conteudo.phtml?tl=1&id=1117511&tit=Aposentadoria-para-ex-governador-continua-a-valer-no-PR) isso está sendo extremamente questionado no estado, devido ao rombo que está formando no orçamento, porém o fato do governador estar mamando na teta do estado é história para outro post, o que está em questão agora é a atitude do sujeito. Por causa de uma denúncia feita à família do Presidente do Senado, José Sarney (sempre ele), o Jornal O Estado de São Paulo está sob censura desde 2009 (veja a matéria http://www.estadao.com.br/pages/especiais/sobcensura/), todos devem lembrar o auê que foi criado no segundo mandato do velho molusco pela idéia genial de se criar um comitê para controle da imprensa, ouvimos histórias constantes de jornalistas e colunistas que sofrem processos por tentar expor a verdade sobre aqueles que se dizem representantes do povo.
Todos dizem ser contra a censura e abominam os atos institucionais (http://pt.wikipedia.org/wiki/Atos_Institucionais) impostos no período da ditadura militar (período esse em que vários desses “representantes do povo” aproveitaram para mamar na teta dos militares – o Sarneyzinho era um desses), porém de maneira indireta e camuflada estão aplicando uma espécie de “censura leve”, onde a imprensa é autorizada apenas a divulgar o que convém, talvez seria o caso de declarar como único noticiário oficial e válido para o país o informativo “A voz do Brasil” (que eu conheço como “Falando Sozinho”).
Pelo jeito, é bom tomar cuidado com o que fala, pois podemos acabar presos ou exilados.

BeijUnda e até a próxima!

5 comentários:

  1. Censura, Liberdade, Respeito. Conceitos como esses não comportam relativização. Não existe mais censura ou menos censura: se eu posso falar sobre qualquer coisa, menos sobre privilégios absurdos, minha expressão já não é livre: há censura. Da mesma forma, não existe "ter mais respeito" ou "ter menos respeito" sobre alguém ou algum valor: existe o TER RESPEITO.

    Enfim, o que se há de dizer de um país onde as pessoas acham que o erro do vizinho é justificativa para cometer o próprio? "Não tem que me multar, não, porque o fulano ali tá fazendo a mesma coisa". Tem é que multar os dois! Mas vai falar isso pra um brasileiro.

    O que fazer? É o meu povo. Destoo em muita coisa, mas é o meu povo :(

    ResponderExcluir
  2. infelizmente o povo pensa e é assim e exatamente por isso nossos representantes são assim (exatamente como comentei no post Errar é Humano http://nadasobremuito.blogspot.com/2011/04/herrar-e-umano.html).

    ResponderExcluir
  3. Também não concordo com a atitude do senador Requião. Nada justifica sua atitude. Como ele não gostou da abordagem, simplesmente devia ter ignorado o repórter e sua pergunta. Além disso, não é obrigado a atender quem quer que seja. É direito legítimo. Também poderia ter sido atencioso. Não lhe custaria nada. Agora, tem muito profissional jornalista que prima pela agressividade, pela descortesia; por se julgar superior a tudo e a todos. Por até ferir o entrevistado como foi o caso do futebolista Ronaldo que recebeu uma "microfonada" na boca.
    Parabéns pelo blog.
    Visite o meu: ofilhodoprofeta.blogspot.com
    Marcello

    ResponderExcluir
  4. concordo plenamente contigo Marcello.
    O problema principal do nosso país talvez não sejam os políticos ou os jornalistas, mas a falta de educação que impera em alguns meios.
    Talvez quando o povo começar a se respeitar mais, alguns de nossos problemas realmente serão sanados!
    Obrigado!

    ResponderExcluir
  5. censura pouca é bobagem...
    http://blogs.estadao.com.br/radar-politico/2011/04/28/ultima-obra-visitada-por-lula-parte-de-tunel-desaba-no-nordeste/

    ResponderExcluir