Seguir por e-mail

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Eu NÃO sou Charlie Hebdo



Olá crianças e crianços.
Uma das coisas mais divertidas na internet é a facilidade com que as "modinhas" pegam, tivemos a modinha do "Somos todos macacos", "Vem pra rua", "O gigante acordou" e recentemente "Sou Charlie Hebdo".
Parece que se a maioria das pessoas apoiam uma causa então a causa é certa, mas o meu sentimento é de que ninguém apóia causa nenhuma, simplesmente aderem uma hashtag para não parecerem diferente da maioria.
Antes de discorrer sobre Charlie Hebdo, gostaria de deixar bem claro que sou TOTALMENTE contra o uso de violência como solução para qualquer tipo de problema, e sei que os terroristas que invadiram e mataram covardemente os chargistas não representam a verdadeira fé Islâmica.
Tendo dito isso gostaria de questionar até que ponto pode ir a liberdade de expressão?
Minha mãe sempre me ensinou que a liberdade de um acaba quando começa o direito do outro e hoje vemos que o mundo funciona mais ou menos assim, porém apenas para aqueles que são considerados minorias ou indefesos, mas para algumas outras "classes" pouco importa se serão ofendidos ou não.
Já notaram como parece absurdo fazer piada com gays, mas debochar de evangélicos é aceitável? ou zombar de negros é contra nossas origens, mas ninguém liga para os índios? fazer bulling com gordinhos é crime, mas ninguém liga para os magrinhos (olha a mágoa..rsrs).
Acho sim que a liberdade de imprensa é uma das ferramentas que faz com que caracterizemos uma democracia, mas o respeito é uma das bases principais da educação e o que pode evitar muitas guerras desnecessárias, saber que o meu vizinho é diferente ou pensa diferente de mim e apesar de não concordar, respeitar suas opiniões não faz de mim uma pessoa melhor, apenas faz de mim uma pessoa sensata.
Sei que pedir que as pessoas sejam sensatas na internet é algo complicado, afinal as redes sociais são os melhores lugares para mostrar que eu estou com a maioria, mas antes de aderir a um "movimento", vamos só pensar um pouquinho se aquilo é realmente o que eu penso, afinal multidões de moscas comem merda todos os dias e nem por isso estão certas...

Até a próxima!

Nenhum comentário:

Postar um comentário